• Publicidade

Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Moderadores: Administradores, Moderadores

Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor P_Mateus » quarta 15 ago, 2012 12:45 am

Imagem

Artigo que visa desmontar o mito repetido do uso de "napalm" pelos meios aéreos durante a "Operação Cassange" no Norte de Angola de 5 Fevereiro a 19 de Março de 1961. Percorre-se e analisa-se em detalhe desde o artigo da Revista "Grande Reportagem" de Agosto de 2002 - que usa fotos de um avião na Guiné com um tanque de combustível extra e uma bomba convencional - até aos textos de José Maria Ervedosa dos anos de 1970 e à sua repetição por outros autores.

por Pedro Pereira Mateus, em Agosto de 2012, com fotos e referências detalhadas >> http://4cce.org/4cce-cassange-napalm-mito.html

__
Avatar do Utilizador
P_Mateus
 
Mensagens: 10
Registado: domingo 19 jun, 2011 3:30 am
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor papatango » quarta 15 ago, 2012 3:54 pm

A bomba que está a ser colocada no caça F-86, que de facto nunca esteve em Angola, aparenta ser uma bomba de 500 libras, modelo Mk.82, muito utilizada pelos americanos. Acho-a demasiado grande para ser uma Mk.81, no entanto é uma fotografia.

Aparentemente o artigo inicial, afirma que os bombardeamentos foram feitos com bombas de 45kg, ou seja, bombas de 100 libras.
Em 1961, não se fabricavam já bombas de 100 libras.
No entanto, a Mk81 de 250lb (120kg) de peso total, tinha 96lb (44kg) de explosivo, pelo que os autores podem referir-se a esta bomba.

Vários anos mais tarde voltou a haver referências à utilização de Napalm em Angola.
Relativamente a Angola existe uma referência à presença de bombas de Napalm, armazenadas no aeroporto de Nova Lisboa (actual Huambo) no final da decada de 1970. As bombas estavam em Nova Lisboa, armazenadas, porque a sua utilização não tinha sido autorizada, eram bombas de 750 libras.
Eu não sei se a referência era ao peso total da bomba, ou à sua carga explosiva.

O que concluo é que de facto quem tentou juntar algumas peças de um puzle, inventou quando concluiu que havia coisas que não podiam bater certo.

Segundo o livro «Costa Gomes o último marechal», as tais bombas de 750libras, foram posteriormente enviadas para Moçambique e para a Guiné. Costa Gomes afirma que foram seguramente utilizadas em Moçambique, mas que quanto à Guiné não tem a certeza.

A dedução lógica é a de que Portugal teria utilizado um tipo de bomba de Napalm em 1961 e outro em 1970.
As imagens mostradas são da Guiné e são do final dos anos 60 ou inicio dos anos 70.

Infelizmente, é o mais comum nas alegações contra Portugal. Demasiada névoa, demasiadas meias verdades, que como são meias verdades são sempre difíceis de rebater.
No entanto, não há realmente nenhuma prova clara de que as forças portuguesas utilizaram Napalm, nem sequer sobre qual foi o veículo de entrega (avião) nem mesmo sobre o sistema utilizado (tipo de bomba).

Também concordo que a Grande Reportagem, ao ter representado uma aeronave a ser municiada, e ter errado de forma tão grosseira na representação fotográfica, errando o tipo de bomba e errando o tipo de avião (quando ainda por cima a foto era apresentada como prova), deitou por terra a alegada investigação jornalística.

Cumprimentos
Avatar do Utilizador
papatango
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 5585
Registado: quinta 08 jan, 2004 1:16 am
Localização: Setubal - Portugal
Enviou: 0 vez
Recebeu: 6 vez(es)

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor zawevo » quinta 23 ago, 2012 9:19 pm

O que eu vi:

Luanda - Numa das extremidades da BA9 estavam armazenadas os envolucros vazios que depois de carregados eram as bombas napalm. Dizia-se que eram fabricados na Fundição de Oeiras. Acho que haviam 2 tamanhos, mas não tenho a certeza, pois naquela época fazer perguntas sobre marterial militar era complicado. As aeronaves que utilizaram foram os F-84, PV2 e T-6. Pessoalmente só por uma vez vi uma parelha de F-84 levantar voo com 2 napalm cada.

Nova Lisboa - No campo de aviação não existia nenhum material militar, pelo menos nos anos 60. A haver munições e bombas de aviação só no RI21, GAC2 ou EAMA.

z
Imagem
Avatar do Utilizador
zawevo
 
Mensagens: 129
Registado: domingo 15 ago, 2010 1:16 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor P_Mateus » sexta 24 ago, 2012 1:02 pm

"zawevo" - em que mês / ano ?

PM.
Avatar do Utilizador
P_Mateus
 
Mensagens: 10
Registado: domingo 19 jun, 2011 3:30 am
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor zawevo » sexta 24 ago, 2012 5:11 pm

P_Mateus de 1969 a 1974.
z
Imagem
Avatar do Utilizador
zawevo
 
Mensagens: 129
Registado: domingo 15 ago, 2010 1:16 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor P_Mateus » sexta 24 ago, 2012 11:32 pm

"zawevo" - de notar que o artigo diz respeito em excluviso à Operação Cassange, que teve lugar em Fev - Mar de 1961.
Avatar do Utilizador
P_Mateus
 
Mensagens: 10
Registado: domingo 19 jun, 2011 3:30 am
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor ee02004 » quarta 29 ago, 2012 2:50 pm

Se a utilização de napalm nos teatros operacionais é mito ou não, não sei.
O que sei é que as nossas forças forças armadas o encomendavam com a referência de Oleo gelatinoso xxxx. Isto foi-me confirmado por um antigo oficial que era responsável por efectuar essas encomendas.
ee02004
 
Mensagens: 24
Registado: quinta 07 fev, 2008 9:40 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Re: Mito - Uso de Napalm na Operação Cassange, Angola, 1961

Mensagempor P_Mateus » sexta 31 ago, 2012 3:13 pm

"ee02004" - o artigo em questão não diz respeito aos Teatros de Operações do Ultramar como um todo, nem sequer à globalidade parcial do Teatro de Operações de Angola. Diz exclusivamente respeito à Operação Cassange. Mais ainda, as fontes oficiais reconhecem o uso de napalm em outros contextos (Teatros e Operações) do Ultramar - o que aliás é explicitamente referido neste (meu) artigo, em especial com referência ao trabalho de António de Araújo e António Duarte Silva, "O uso de Napalm na Guerra Colonial - Quatro Documentos"
Avatar do Utilizador
P_Mateus
 
Mensagens: 10
Registado: domingo 19 jun, 2011 3:30 am
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez


Voltar para Conflitos do Passado e História Militar

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

  • Publicidade